Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

The Booklovers

Escritores, escritores e escritores. Um projecto fotográfico de Fernando Dinis

The Booklovers

Escritores, escritores e escritores. Um projecto fotográfico de Fernando Dinis

Rui Zink

zink.jpg

 

zink5.jpg

 

zink2.jpg

zink3.jpg

zink4.jpg

Professor Auxiliar na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (desde 1997), licenciou-se da mesma universidade em Estudos Portugueses (1984) e obteve os graus de mestre em Cultura e Literatura Popular (com tese sobre José Vilhena em 1989) e de doutor em Literatura Portuguesa (com uma tese sobre Banda Desenhada em 1997, sendo a primeira a ser apresentada em Portugal sobre o tema). Foi igualmente Professor do Ensino Secundário (1983-1987), Leitor de Língua Portuguesa na Universidade de Michigan (1989-1990) e Professor Convidado na Universidade de Massachussetts, Dartmouth (2009-2010).

Enquanto escritor, foi autor de várimos livros, de entre os quais, ensaios e ficção, se salientam os romances Hotel Lusitano (1987), Apocalipse Nau (1996), O Suplente (1999) e Os Surfistas (2001), e os livros de contos A Realidade Agora a Cores (1988) e Homens-Aranhas (1994) e O Anibaleitor (2006).

Colaborou ainda em jornais e revistas, entre os quais o semanário O Independente (1991) e a revista K (1992). Enquanto tradutor, traduziu obras de Matt Groening, Saul Bellow e Richard Zenith.

Rui Zink recebeu o Prémio do P.E.N. Clube Português pelo romance Dádiva Divina (2005), e representou Portugal em eventos como a Bienal de São Paulo, a Feira do Livro de Tóquio ou o Edimburgh Book Festival.

Com António Jorge Gonçalves, criou as novelas gráficas Rei e Arte Suprema.

As suas duas últimas obras são a "A Instalação do Medo" (2012) (levado aos palcos em encenação de Jorge Listopad) e, já em 2014, A Metamorfose e Outras Fermosas Morfoses.

 

© Fernando Dinis - All rights reserved